Visita ao Mercado e à Feira de Cantanhede

CantanhedeDeTodos PorCantanhedeDeTodos

Visita ao Mercado e à Feira de Cantanhede

Nesta quarta-feira, os candidatos do Partido Socialista à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia de Cantanhede/Pocariça, Febres, Ançã, Portunhos/Outil e Cordinhã compareceram no Mercado Municipal e de seguida à Feira de Cantanhede, pontos fundamentais para a preservação do legado e herança da cidade e do Município.

De lá vieram de coração cheio depois de sentirem um forte e verdadeiro apoio. Ao longo da manhã, Fregueses e Comerciantes, mostraram vontade por uma mudança de política no Município; e aproximação por um movimento que seja verdadeiramente de todos e que pretenda seguir uma política mais próxima dos agricultores, produtores locais e comerciantes que preservam as tradições, trazendo a sabedoria antiga até ao presente, e mais do que isso, dão vida ao Município e à cidade.

Mais importante que a receção de carinho, foi a receção das várias reclamações e aspetos a melhorar naqueles espaços.

O nosso programa defende:

– Maior fomento do mercado e da feira.

– Maior sinergia entre o produtor local e cadeias de distribuição;

– Estudo para a criação e divulgação de uma marca de produtos produzidos no Município;

– Estudo para criação de um gabinete apoio ao jovens agricultores;

– Melhorias de condições de higiene do mercado, devendo oferecer instalações modernizadas.
O nosso mercado ainda usa na sua cobertura chapa em fibrocimento, que se sabe que pode prejudicar gravemente a saúde, devido à presença de amianto, material comprovadamente cancerísno. É um mercado frio e pouco acolhedor, decorado com canteiros arranjados apenas na altura da Expofacic, quando não há mercado. Com várias aberturas, os pombos entram e sujam as bancas disponibilizadas aos peixeiros fazendo sentir que quando chegam de madrugada, a higiene deixa muito a desejar.

– Alternativa de espaço aos dias em que a Expofacic ocupa a área do mercado e da feira, fazendo com que em dois fins-de-semana, época de férias, e na altura mais movimentada do ano, nomeadamente com emigrantes, os comerciantes não tenham ponto de venda;

PartilharShare on Facebook

Sobre o autor

CantanhedeDeTodos

CantanhedeDeTodos administrator